Pintar a vida

pincel casas m

Era uma vez um homem que habitava uma terra antiga virada para o mar.

Possuía uma casa com uma torre, um cão e uma caixa de madeira com tintas e pincéis.

Considerava-se um homem rico, não tanto pela casa, pelo cão e pela caixa, mas pela alegria que sentia quando pegava nas tintas e nos pincéis e pintava para fazer as coisas acontecerem.

Continuar a ler em: Ler e pensar