Viver com os outros tem regras – J. J. Letria

Não posso voltar a fazer estas asneiras…

Viver com os outros tem regras

Na casa em que vives
marca bem o teu lugar
e pensa que o dos outros
nunca deves ocupar.

Tens tarefas para cumprir
e delas deves dar conta;
uma coisa não se faz
só porque a queres ver pronta.

Divide bem as tarefas
que tens com os teus irmãos;
se a divisão estiver certa,
ainda vos sobram mãos.

Sobra tempo para brincar
depois do dever cumprido,
sobra tempo para sonhar
se o tempo for bem gerido.

E não deixes para amanhã
o que hoje podes fazer;
aquilo que agora adias
dar-te-á menos prazer.

Não sejas desarrumado
com roupas e com cadernos;
tarefas que tu desleixas
para outros são infernos.

Não deites pelas janelas
para depois se apanhar
o lixo que tu produzes
e que nem tentas limpar.

Viver com outros tem regras
que agora irás aprender;
se hoje sem querer as negas,
muito mal hás-de crescer.

José Jorge Letria
Porta-te bem!
Porto, Ambar, 2003

Bons modos à mesa – J. J. Letria

Não posso voltar a fazer estas asneiras…

Bons modos à mesa

Em casa ou no restaurante,
numa qualquer refeição,
usa bem os talheres
e não comas com a mão.

E evita a algazarra
que por vezes lá se instala
não sobrepondo o ruído
ao prazer que dá a fala.

E presta bem atenção
a uma coisa elementar:
começa só a comer
quando o mais velho começar.

Há coisas que nos distinguem
do reino dos animais
e uma boa educação
nunca há-de estar a mais.

Deseja bom apetite
a quem te faz companhia,
que essa frase é um convite
para que reine a harmonia.

Ser educado à mesa
não é questão de estatuto;
não se educa com riqueza
a criança ou o adulto.

Cuida bem dos dentes – J. J. Letria

Não posso voltar a fazer estas asneiras…

Cuida bem dos dentes

Não há saúde que dure
se for má a dentição;
lava os dentes com cuidado,
com paciência e atenção.

Antes de te deitares,
mesmo com o sono a chegar,
pega na escova e na pasta
com que os dentes vais lavar.

Deixa os dentes bem lavados
em todas as direcções
e verás que assim evitas
as cáries e as infecções.

Antes de ires para a escola
o mesmo deves fazer,
não dando tréguas aos males
que os dentes fazem doer.

E no final das refeições,
se os puderes ir lavar,
não adies esses cuidados
que os dentes te hão-de salvar.

Nestas questões o desleixo
tem uma factura elevada
e não há nada mais feio
que uma boca desdentada.

José Jorge Letria
Porta-te bem!
Porto, Ambar, 2003