O Tio Vasculho

outono-magico_janes-browne-m

O Tio Vasculho varria, naturalmente. Nem mesmo podia fazer outra coisa porque nunca aprendera a ler nem a escrever. Continuar a ler

O Presépio

natividade-2m

Havia quase um ano que ele estava na loja, numa mercearia de um bairro escuro, em que mal entrava de esguelha, como espreitando a medo, um raio de sol, entre as casarias muito altas de uma rua tortuosa. Continuar a ler