Querido Greenpeace

Simon James

Dear Greenpeace

London, Walker Books, 2005

 

1 de Junho de 2005

Querido Greenpeace,

Gosto muito de baleias e acho que hoje vi uma no meu lago. Por favor, envia-me informações sobre baleias. Penso que ela pode estar ferida.

Beijos,

Emily

8 de Junho de 2005

Querida Emily,

Aqui vão algumas informações sobre baleias. Penso que vais dar-te conta de que o que viste não foi uma baleia. As baleias não vivem em lagos; vivem em água salgada.

Um abraço,

Greenpeace

15 de Junho de 2005

Querido Greenpeace,

Todos os dias, antes de ir para a escola, ponho sal no lago. Ontem à noite, vi a minha baleia sorrir. Penso que se sente melhor. Achas que pode estar perdida?

Beijos,

Emily

23 de Junho de 2005

Querida Emily,

Não ponhas mais sal na água, por favor. Penso que os teus pais não ficarão contentes.

Creio que não vive nenhuma baleia no teu lago, porque as baleias não se perdem. Sabem sempre orientar-se nos oceanos.

Um abraço,

Greenpeace

2 de Julho de 2005

Querido Greenpeace,

Hoje sinto-me muito contente porque vi a minha baleia saltar e esguichar imensa água. Parecia azul.

Será que se trata de uma baleia azul?

Beijos,

Emily

P.S. Como posso alimentá-la?

8 de Julho de 2005

Querida Emily,

As baleias azuis são azuis e alimentam-se de pequenos seres, parecidos com camarões, que vivem no mar. Mas devo avisar-te de que as baleias azuis são grandes demais para viverem em lagos.

Um abraço,

Greenpeace

P.S. Será um peixinho azul?

20 de Julho de 2005

Querido Greenpeace,

Ontem à noite, li a tua carta à minha baleia. Quando acabei, ela deixou-me acariciar-lhe a cabeça. Foi muito emocionante.

Em segredo, levei-lhe algumas migalhas de pão e flocos de cereais já mastigados. Hoje olhei para o lago e tinham desaparecido!

Vou chamar-lhe Oriana. O que te parece?

Beijos,

Emily

29 de Julho de 2005

Querida Emily,

Devo insistir no facto de que uma baleia não poderia viver no teu lago. Talvez não saibas que as baleias são animais migratórios, o que significa que viajam muitos quilómetros por dia.

Lamento desapontar-te.

Um abraço,

Greenpeace

3 de Agosto de 2005

Querido Greenpeace,

Hoje estou um pouco triste. A Oriana foi-se embora. Penso que percebeu a tua carta e decidiu voltar a ser migratória.

Beijos,

Emily

15 de Agosto de 2005

Querida Emily,

Não estejas triste, por favor. Era mesmo impossível que uma baleia vivesse no teu lago. Quando fores mais velha, talvez queiras navegar nos oceanos connosco, para poderes estudar e proteger as baleias.

Um abraço,

Greenpeace

23 de Agosto de 2005

Querido Greenpeace,

Hoje foi o dia mais feliz da minha vida. Fui até à beira-mar e vi a Oriana! Chamei-a e ela sorriu. Sei que era a Oriana porque deixou-me acariciar-lhe a cabeça.

Dei-lhe um bocado do meu pão… e depois despedimo-nos.

Disse-lhe que gostava muito dela e que tu também gostavas. Espero que não te importes.

Beijos,

Emily (e Oriana)